Projeto o Carteiro Chegou.


Projetos Educativos

Gênero Textual Carta.

Projeto O Carteiro Chegou

Projeto o Carteiro Chegou

Projeto o Carteiro Chegou 


JUSTIFICATIVA

Em tempos de tecnologia, as relações estão praticamente restritas ao meio eletrônico, através de mensagens via celular ou internet. Como o gênero textual carta é pouco difundido e é sabido que cabe à escola orientar os alunos para o conhecimento e domínio de vários gêneros textuais.

carta é um dos instrumentos mais úteis em situações diversas. É um dos mais antigos meios de comunicação. Portanto, resgatar o gênero e fazê-lo circular entre nossos alunos pode gerar um projeto positivo.
Nos primórdios da entrega das cartas quem pagava a postagem era o destinatário e isso só se alterou com a criação dos selos quando se passou a, previamente, o remetente colocar na sobrecarta (envelope) a quantidade de selos correspondente ao porte (valor da tarifa de serviço), garantido assim a entrega da carta ou a sua restituição no caso de não ser encontrado o destinatário.





Atualmente a carta vem sendo substituída pelo e-mail que é a forma de correio eletrônico mais difundida no mundo, mas ainda há pessoas que pelo simples prazer de trocar correspondências físicas preferem utilizar o método da carta. Assim, diante dos 350 anos da Instituição brasileira de Correios e Telégrafos, e como forma de homenagear e resgatar o “brilho no olhar” de receber uma carta das mãos dos Carteiros, profissional esse que enche de orgulho a Empresa Brasileira de Correios e Telegrafos.

Projeto o Carteiro Chegou
Projeto o Carteiro Chegou
Projeto o Carteiro Chegou

OBJETIVO GERAL

Formar uma rede de comunicação entre alunos do 8o ano do ensino fundamental
utilizando-se, principalmente, das cartas escritas manuais e entregues pelos Correios.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

- Conhecer gêneros textuais epistolares: bilhete, recado, página de diário e Carta manuscrita;
- Ler e interpretar cartas pessoais;
- Produzir cartas;
- Conhecer o processo de envio de correspondências nos Correios;
- Conhecer novos colegas através das cartas;
- Comparar Linguagens no tempo histórico;
- Proporcionar aos alunos a ampliação do conceito Comunicação.

PÚBLICO-ALVO

Alunos do 8o ano da Escola Municipal Irmã Arcângela – Igapó - Natal/RN

METODOLOGIA

1. PESQUISA DO GÊNERO TEXTUAL CARTAS

 Investigação dos gêneros epistolares;
 Estudo das características principais do gênero;
 Estrutura da carta;
 Compreensão da importância da carta como meio de comunicação;
 Interpretação da Linguagem formal e informal.

2. PESQUISA SOBRE O BAIRRO DO IGPÓ E DA CIDADE DO NATAL/RN

Todos os alunos deverão trazer informações sobre a cidade, especificidades, cultura, pontos turísticos e outros.

3. LEITURA DAS CARTAS ENVIADAS PELOS ALUNOS

Após recebimento das cartas, os alunos farão a leitura e conhecerão um pouco dos colegas que as enviaram.
Produção de texto crítico oral sobre o conteúdo das cartas.

4. PRODUÇÃO DAS CARTAS AOS DESTINATÁRIOS

 Reflexões sobre a estrutura adequada das cartas;
 Eleição dos principais assuntos sugeridos para a escrita aos colegas;
 Escrita individual das cartas-resposta.

5. REVISÃO DAS CARTAS

 Em pequenos grupos, todos deverão analisar as cartas escritas;
 Marcação das falhas a serem corrigidas;
 Debate entre a turma para investigar principais dificuldades na escrita.
A partir dos esboços corrigidos, todos farão a reescrita do texto e ampliarão o entendimento sobre edição de textos, em geral.

6. ENVIO DAS CARTAS via CORREIOS

Pedido de autorização aos pais, para que os filhos possam participar de todas as etapas do projeto, TROCANDO CARTAS ESCRITAS MANUAIS entre seus colegas de classe.

7. AUTOAVALIAÇÃO

Através de questionário todos os envolvidos se autoavaliarão após o recebimento das cartas dos colegas da sala pelos Carteiros dos Correios.

ESCOLA MUNICIPAL IRMÃ ARCÂNGELA
Rua São Pedro, no 188 – Bairro Igapó - Natal/RN
CEP: 59104-270 – Fones: 3232-4828/3214-3119

Nenhum comentário