Sítio do Picapau Amarelo Personagens Para Colorir.

Desenho da Emília do Sitio do Pica-pau amarelo.
A boneca de pano mais famosa do mundo. Nasceu muda, mas bastou engolir uma pílula do Doutor Caramujo lá no reino das Águas Claras para começar a falar, falar... até não parar mais. Mesmo mandona e teimosa, Emília é engraçada e querida por todos.

Veja também: Ensino Bíblico Infantil - Para Colorir - Desenhos do Velho Testamento.

Desenho para pintar da Emília com o Monteiro Lobato.
Emília é uma das personagens principais da obra infantil de Monteiro Lobato, na série relacionada ao Sítio do Picapau Amarelo.

Emília, na trama criada por Lobato, foi feita por Tia Nastácia para a menina Narizinho. Nasceu muda e é curada pelo Dr. Caramujo, que lhe receitou uma "pílula falante".
Visconde.
Um verdadeiro conhecedor das ciências e da matemática. Pensa em cálculos, calcula letras e conta palavras. Para ele tudo é exato e tem uma explicação. É tão apaixonado pela leitura que dorme em uma biblioteca.
Pedrinho.
Mora na cidade, mas gosta mesmo de brincar lá no Sítio da avó com os amigos. É muito corajoso e diz não ter medo de (quase) nada, só de vespa. Adora aprontar aventuras e caçadas e está sempre disposto a escutar boas histórias sobre o folclore.
Narizinho.
Chama-se Lúcia, mas é conhecida mesmo pelo apelido que ganhou por ter o nariz arrebitado. Adora comer jabuticabas no pé, inventar reinações e conversar com Emília, sua melhor amiga e grande companheira.

Dona Benta.
A mais feliz das vovós. Seu passatempo preferido?  Contar boas histórias para seus netos e para quem quiser ouvir. É a voz da sabedoria no Sítio e sabe de tudo um pouco, curiosidades que vão da Grécia Antiga    ao céu e as estrelas.

Tia Nastácia.
A melhor cozinheira de todos os tempos. Ficou conhecida pelos deliciosos bolinhos de chuva que atravessaram mesas e gerações. é muito generosa e também criativa. Foi ela que criou a Emília, com todos os seus botões, costuras e retalhos.
Saci.
Apronta todas por onde passa. Faz trança no rabo do cavalo, azeda o leite, quebra a ponta de agulha. O negócio dele é agitar. Mas esse garoto também é muito esperto. Conhece muito bem o Capoeirão dos Tucanos e sabe até como fazer pó de mico.
Conselheiro.
Um grande amigo dos livros. Sempre anda com um exemplar debaixo das patas. Gosta de poesia, música e todas as artes em geral. É muito tranquilo, mas não dispensa uma boa aventura com o pessoal do Sítio.
Cuca.
A maior vilã do Sítio. Mora em uma caverna escura e úmida no final do Capoeirão dos Tucanos. A Cuca está sempre pensando em uma maneira de acabar com a casa da Dona Benta, mas nunca consegue concluir seus planos. as suas maldades sempre acabam dando errado.
Rabicó.
O leitão mais simpático e guloso que existe. Está sempre pensando em um jeito de comer os quitutes da Tia Nastácia sozinho. É muito bonzinho e adora ajudar, mas suas assistências sempre acabam em trapalhadas.
Quindim.
Apesar do tamanho grandão é doce de rinoceronte. Foi por isso que ganhou esse apelido. Era artista de circo e hoje não troca a casa da Dona Benta por nada. Conhece bem o português e, assim, foi o responsável por mostrar o país da Gramática para o resto da turma.
O saci, também conhecido como saci-pererê, saci-cererê, matimpererê, saci-saçurá e saci-trique, é uma personagem bastante conhecida do folclore brasileiro. Tem sua origem presumida entre os indígenas da Região das Missões, no Sul do país, de onde teria se espalhado por todo o território brasileiro.
Ele é um homem da roça, que mora nas propriedades de Dona Benta com o consentimento da boa senhora, onde ajuda nas diversas tarefas do sítio. Um negro velho que vive fumando cachimbo e sabe tudo sobre a floresta, o folclore e superstições. Grande amigo de Pedrinho, foi ele quem ensinou a "pegar" um saci. Seu nome completo é Senhor Barnabé Semicúpio da Silva.
Tia Nastácia e Tio Barnabé para Colorir.
Quindim.
É um rinoceronte que fugiu do circo e foi parar nas terras de Dona Benta. Foi Emília quem o acolheu e se tornou sua primeira amiga, de modo que o rinoceronte decidiu ficar morando no Sítio. Aliás, foi a própria Emília que lhe deu o nome de "Quindim", por causa da personalidade "doce" do rinoceronte. Com o tempo Quindim foi ficando agressivo e Dona Benta teve que ligar para o circo, mas Pedrinho o domesticou novamente fazendo assim Quindim seu mascote.
Tia Nastácia.
Negra, de beiços grandes, assustada e medrosa, uma cozinheira de mão cheia. Sem os seus quitutes, a vida no Sítio não teria "sabor"… Tia Nastácia é famosa por causa de seus deliciosos bolinhos.
Narizinho, ou Lúcia Encerrabodes de Oliveira, é uma personagem da obra Sítio do Picapau Amarelo de Monteiro Lobato.
Dona Benta.
É uma mulher idosa que possue dois netos a Narizinho e o Pedrinho. Dona do Sítio do Pica-Pau Amarelo ela se diverte muito com os conflitos das tramas.
Pedrinho.
Seu nome é Pedro Vacaciano de Oliveira. É um menino bastante corajoso (seu único medo é de vespas) e aventureiro, neto de Dona Benta e primo de Lúcia (Narizinho), Pedrinho mora na cidade e sempre vem passar as férias no sítio de sua avó. É lá que ele junto com sua prima, a boneca Emília, o visconde de Sabugosa e outros tramam e aprontam várias travessuras e reinações no sítio e até no espaço sideral. Ele tem 10 anos, e tem cabelos curtos.
Visconde de Sabugosa.
Visconde é um boneco feito de sabugo de milho, um grande sábio, cuja sabedoria obteve através dos livros da estante da biblioteca de Dona Benta. Apesar de ser um visconde, seu único pertence é a sua cartola. Nas aventuras é sempre escolhido por Pedrinho para fazer as coisas mais perigosas, pelo fato de ele ser "consertável", se estragasse ou se machucasse ou até se morresse, Tia Nastácia fazia outro ainda melhor.
Boneca de pano Emília para Colorir.
Sítio do Picapau Amarelo Brasil.


0 comentários:

Postar um comentário