Transtornos de Aprendizagem na Escola.


Desenvolvimento Infantil

Oficina Transtornos de Aprendizagem na Escola

Transtornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na Escola





Transtornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na Escola

Transtornos de Aprendizagem na Escola

1. TRANSTORNOS DA APRENDIZAGEM Rosângela Gonçalves rosangelacastelobranco@gmail.com ABPp/PE – 0175 Baseado no livro Manual dos Transtornos Escolares, do Dr. Gustavo Teixeira.
2. Avaliação Comportamental RETRATO FALADO  Você conhece seu aluno?  É capaz de perceber se ele estiver triste?  Com raiva? Furioso?  Doente?  Ele interage?  Faz amigos com facilidade?  É lider?  Como reage a frustrações?  Quais são seus medos?
3. Transtorno Desafiador Opositor  Padrão persistente de comportamentos negativistas, hostis, desafiadores e desobedientes observados nas interações da criança com adultos e figuras de autoriade, como pais avós e professores.
4. Características Frequente impaciência  Discussões com adultos  Desafio, recusa em obedecer regras  Comportamento opositivo  Indisciplina  Perturbação  Irritado  Ressentido e rancoroso  Com ideias de vingança 
5. Causas  As principais hipóteses estão relacionadas com uma origem multifatorial, envolvendo componentes BIOLÓGICOS e AMBIENTAIS.
6. Transtorno de Conduta  É um conjunto de alterações comportamentais apresentado principalmente em adolescentes que são agressivos, desafiadores, antissociais, que violam os direitos básicos alheios, as regras e as normas sociais.
7. Características Jovens que depredam patrimônios públicos,  Picham muros,  Destroem carros e ônibus,  Se envolvem e brigas em bares,  Agridem pessoas e animais,  Usam drogas lícitas e ilícitas,  Não demonstram sentimento de culpa,  Praticam furtos,  Praticam violência contra outros estudantes. 
8. Causas Não existe uma causa específica.  Vulnerabilidades genéticas associadas a estressores sociais, desencadeariam essa condição.  Ambientes familiares caóticos, violência doméstica representada por pais agressivos, negligentes e ausentes.  Repetem no ambiente escolar ou em situações sociais de modo geral. 
9. TDAH  Transtorno comportamental com maior incidência na infância e na adolescência.  Trata-se de uma síndrome clínica caracterizada basicamente pela tríade sintomatológica: Déficit de atenção  Hiperatividade  impulsividade 
10. CARACTERÍSTICAS           Dificuldade em focar em um único objeto, Fácil distração, Parece estar no mundo da lua, Podem não terminar tarefas, Dificuldade em se organizar, Perde materiais escolares, brinquedos, Perde chaves, dinheiro, Não para na carteira escolar, Não para na mesa para comer, Fala em demasia. * O diagnóstico é essencialmente clínico.
11. Crianças com TDAH não diagnosticadas e não tratadas apresentam uma série de prejuízos no decorrer dos anos.  Baixo rendimento escolar,  Não consegue acompanhar a turma,  Perda da autoestima,  Tristeza,  Falta de motivação nos estudos,  Prejuízo nos relacionamentos sociais,  Danos acadêmicos,  Uso abusivo do uso de álcool e drogas,  Episódios depressivos graves.
12. Causas  Ainda não estão bem estabelelecidas. Acredita-se em uma origem multifatorial, sendo que o fator mais importante é a HERANÇA GENÉTICA.
13. Drogas  Consumo de álcool e drogas é um fenômeno mundial e deve ser encarado como um grave problema de saúde pública em todo o mundo.  Cresceu de 3% para 10% nos últimos 10 anos.
14. Características Mudança de personalidade,  Mudança de humor,  Irritabilidade,  Quebra de regras,  Brigas frequentes com os pais,  Comportamento irresponsável,  Perda de interesse pelos estudos,  Falta de cuidado consigo mesmo,  Mudança na aparência física e vestimentas. 
15. Causas  Normalmente falta de uma estrutura familiar ou de uma vinculação parental firme.
16. Depressão Infantil  Até muito pouco tempo não se acreditava que existisse e ainda hoje tem muita gente que não aceita.
17. Características Tristeza,  Apatia,  Isolamento em sala de aula,  Queda violenta nas notas,  A voz que era firme agora é tênue e fraca,  Troca o prazer pela desesperança,  Não tem mais prazer em viver,  Fala com frequência em morrer. 
18. Causas  As causas estão relacionadas com uma origem multifatorial. Influências genéticas, associadas a fatores bioquímicos, hormonais e ambientais, estão relacionadas ao transtorno.
19. Transtorno Bipolar do Humor  Na infância e na adolescência uma condição comportamental grave com repercussões nos funcionamentos social e acadêmico de muitos estudantes brasileiros.
20. Características           Oscilações ou alterações do humor, Exaltação ou irritação, Ataques de raiva ou agressividade, Violência física, Conflitos de ideias, Insônia, Pensamentos mágicos, Mania de riqueza, compulsão por compras, Mania de poder e invencibilidade, Excesso de energia.
21. Causas  Não existe uma causa específica para o surgimento desse transtorno, entretanto, as principais hipóteses relacionam fatores genéticos a alterações químicas no cérebro dessas crianças como o aumento de substâncias como noradrenalina e dopamina.
22. Transtornos Ansiosos  Compreendem condições comportamentais diferentes entre si, mas comumente provocam sensações subjetivas de vários desconfortos.
23. Características Inquietação,  Ansiedade,  Sudorese,  Taquicardia,  Boca seca, 
24. Causa É resultado da interação de múltiplos fatores como:  Herança genética,  Grau de ansiedade paterna,  Separação dos pais,  Estilo de criação oferecido pelos pais,  Experiências vividas pela criança.  Pode desenvolver TOC.  Pode desenvolver Mutismo.
25. Transtorno de Tiques  Tiques são movimentos ou vocalizações que ocorrem subitamente, de maneira rápida, recorrente, não rítmica e involuntária.
26. Podem ser: Tiques motores  Tiques vocais  Tiques transitórios e esporádicos  Síndrome de Tourette. 
27. Características Piscar,  Fazer caretas,  Erguer sobrancelhas,  Torcer o nariz e o pescoço,  Contrair a boca,  Girar a cabeça,  Encolher os ombros,  Bater os pés. 
28. Causas  Estudos indicam que 60% dos casos são de ordem genética.  Situação estressante não causam tiques, mas desencadeiam os sintomas.
29. Transtorno do Espectro Autista  É caracterizado por prejuízo na interação social, atraso na aquisição da linguagem e comportamentos estereotipados e repetitivos.
30. Características       Apresentam grande déficit no comportamento social, Evitam o contato visual, Se mostram pouco interessados na voz humana, São indiferentes ao afeto, Não demonstram expressão facial ao serem acariciados, Podem iniciar o processo de habilidades sociais e de repente interromper e regridir.
31. Dislexia  É um transtorno de aprendizagem específico da leitura, caracterizado por dificuldade de reconhecimento de letras, decodificação e soletração de palavras, decorrência de um comprometimento no desenvolvimento no desenvolvimento de habilidades fonológicas.  De 3% a 10% da população
32. Por que falas em curar quando, muitas vezes, basta acompanhar um ser no seu
    DEIXE A SUA MENSAGEM!! 😁💬