Entenda os graus do autismo.




ENTENDA OS GRAUS DO AUTISMO:

LEVE

Nesse grau de autismo, a criança necessita de pouco suporte, tem dificuldades na comunicação, porém isso não limita sua interação social. Problemas de organização e planejamento podem prejudicar sua independência.

Entenda os graus do autismo

 

Moderado

Nesse grau de autismo a criança apresenta déficits nas habilidades de comunicação verbais e não verbais, mas com menos intensidade do que o nível 3 (severo). Devido às dificuldades de linguagem, necessitam de suporte para o aprendizado e interação social.

SEVERO

Nesse grau a criança precisa de bastante suporte, pois apresenta déficits de comunicação graves. Também têm muita dificuldade nas interações sociais e capacidade cognitiva prejudicada, podendo apresentar alta inflexibilidade de comportamento.

O que é autismo nível 1?

O autismo nível 1, também conhecido com síndrome de Asperger, apresenta as mesmas características do autismo clássico, mas de uma forma um pouco mais leve. Os pacientes possuem dificuldade de comunicação, mas que não interfere nas relações sociais de forma tão explícita.

Quais os sintomas do autismo nível 1?

Os sintomas de autismo nível 1 incluem:
  • Habilidades verbais normais, mas comunicação difícil “mecânica”;
  • Pouco contato visual;
  • Não aceitar a imposição de regras;
  • Inflexibilidade para modificar alguma coisa que faça parte da rotina;
  • Ausência de contato visual constante (nesse caso, a pessoa costuma olhar mais para a mão de seu interlocutor);
  • Inteligência normal ou acima do normal;
  • Interesse restrito/específico por um único tópico;
  • Interações sociais atípicas: uso de linguagem extremamente formal;
  • Dificuldades para se conectar com outras pessoas e fazer amizades.

O que significa autismo nível 2?

Grau 2: o paciente precisa de suporte, apresentando maior dificuldade tanto na comunicação verbal quanto não verbal, além de déficits aparentes na interação social.

Como classificar o grau do autismo?

Segundo o DSM-V, o grau de autismo é medido pela gravidade do comprometimento. A maioria das pessoas com TEA têm algum nível de deficiência intelectual e o grau varia de leve(nível 1) à severo(nível 3), passando pelo moderado(nível 2)

Quem tem autismo pode ter uma vida normal?

O autismo em adultos pode parecer improvável, mas é bastante possível que as pessoas cheguem à fase adulta e não saibam que convivem há anos com o TEA (Transtorno do Espectro Autista). Isso se deve ao fato de esses indivíduos não manifestarem características moderadas ou severas do distúrbio.

ATIVIDADES PEDAGÓGICAS PDF

Nenhum comentário